More

    O guia definitivo para estratégia de conteúdo de conversação


    Uma empresa pode criar conteúdo com objetivos diferentes em mente. Ainda assim, um objetivo principal para a maioria das empresas é envolver os leitores e incentivá-los a tomar uma decisão, seja comprar, fazer download ou assistir a algo online. Aqui está o guia final para estratégia de conteúdo de conversação.

    Seus clientes são seres humanos com emoções como raiva, amor e medo. Tradicionalmente, ouvimos que a chave para um noivado poderoso é desencadear as emoções, e esse propósito é alcançado quando há uma conversa bidirecional entre as partes.

    O que é conteúdo de conversação

    Quanto mais você se envolve com os clientes em potencial, mais eles estão dispostos a agir da maneira que você deseja. É aqui que entra o conteúdo de conversação.

    No conteúdo de conversação, o objetivo é escrever e atender às necessidades em palavras que os clientes realmente usam. Você deve escrever algo que eles realmente queiram ler, compartilhar e se envolver. A mensagem deve formar a conversa de uma forma significativa.

    As mensagens devem ser escritas de maneira que resultem em uma experiência de mão dupla. No conteúdo de conversação, o objetivo não é impulsionar as vendas imediatamente, mas influenciar.

    Se você puder influenciar as pessoas, não só as vendas acontecerão automaticamente, mas também conquistará a lealdade do cliente e eles começarão a recomendar sua empresa a outras pessoas.

    Por que o conteúdo de conversação é importante

    As interações entre as empresas com seus clientes em potencial, por meio de vários canais, estão se tornando mais conversacionais e isso mudará os padrões de engajamento. Os consumidores esperam uma resposta imediata das marcas com as quais tentam interagir, o que levará a uma maior adoção de chatbots e ferramentas nascentes de IA.

    Veja por que você deve adotar o conteúdo de conversação e certificar-se de que ele esteja alinhado com sua estratégia de inbound marketing.

    Colete insights significativos diretamente

    O primeiro e mais importante benefício do conteúdo de conversação é coletar ideias diretamente dos clientes em potencial. Por meio de uma interação saudável, eles se inscrevem em um boletim informativo, seguem você nas redes sociais e se envolvem por meio de diferentes canais online.

    Os insights orientados para o consumidor são vitais para marcas que buscam relacionamentos mais profundos com clientes em potencial. Além disso, com dados ricos e detalhados em mãos, eles não precisam mais jogar jogos de adivinhação.

    Os dados coletados podem ser usados ​​para vários fins, incluindo a otimização de futuras interações, preenchimento de lacunas no suporte a produtos ou serviços, refinamento da estratégia de marketing, aproveitamento de oportunidades inexploradas ou tomada de decisões mais criteriosas.

    Otimização da jornada do cliente

    A experiência que você cria para os clientes e o impacto que você causa sobre eles determina se eles compram de você novamente ou desistem do cartão. De acordo com a Salesforce, para 80% dos clientes, a experiência de uma marca é tão importante quanto seus produtos ou serviços.

    Da interação em canais sociais ao fechamento de negócios, é um caminho acidentado que precisa de otimização. Não se esqueça de que você tem insights em mãos e aqui está uma grande chance de otimizar a jornada do cliente e torná-la centrada no cliente para agregar mais valor. Esses esforços finalmente levam ao fortalecimento do relacionamento com o cliente e à fidelização.

    Estabeleça autoridade

    O conteúdo de conversação é uma abordagem confiável para se posicionar como uma autoridade no mercado. No ambiente de negócios dinâmico e em rápida mudança de hoje, existe um jogo de confiança. Os consumidores perguntam: Por que devo interagir com você? Por que devo comprar de você?

    Você precisa dar a eles um motivo para confiar. Quem perde o jogo da confiança deve esperar a chegada do inverno. Mais interações centradas no cliente são fundamentais para isso.

    O poder de falar diretamente com as pessoas

    Como profissional de marketing, você sabe como é importante oferecer uma experiência personalizada. Encare isso como uma conversa com um amigo, colega ou membro da família. Tente ficar longe do tom comum de marketing e vendas e conduza a conversa para uma atmosfera amigável, onde um diálogo bilateral ocorra.

    Aqui estão algumas dicas rápidas para multiplicar a eficácia de suas conversas.

    Conheça os clientes em suas casas

    Alguns profissionais de marketing se esforçam para descobrir quais canais os clientes em potencial preferem e que tipo de conteúdo é mais atraente para eles. Lembre-se de que uma conversa eficaz sempre acontece no lugar dos clientes, não no lugar que você espera.

    Encontrar o lugar certo para conversar é um dos componentes essenciais do marketing de entrada e determina a qualidade e eficácia das mensagens.

    Basta fazer a si mesmo uma pergunta simples: quais canais meu público-alvo usa? Por meio de pesquisas bem definidas ou pesquisas com clientes, você pode encontrar a melhor resposta. Além disso, investigar a personalidade do comprador pode ajudar a encontrar os canais nos quais os clientes em potencial operam mais.

    Colete e integre dados

    Sua equipe de CRM e representantes de atendimento ao cliente estão atualmente usando ferramentas tecnológicas para fornecer aos clientes um suporte avançado e em tempo real. Cada empresa precisa de dados próprios sobre os interesses e expectativas de seus clientes potenciais.

    Quanto mais dados você coleta, mais produtivas se tornam as conversas. Os dados podem ser coletados por meio de dados de inscrição e registro, pesquisas, monitoramento de mídia social, análise de marketing ou rastreamento de transações.

    Mas todos os dados devem servir a um propósito.

    “O objetivo final da coleta de dados é fornecer uma base para a ação ou uma recomendação,” W. Edwards Deming.

    Após a coleta de dados, é hora de integração. Integrar e compartilhar os dados com o departamento de CRM e atendimento ao cliente traz comodidade às conversas.

    Você pode ter vários pontos de contato com os clientes, e os dados integrados evitam que os clientes repitam o mesmo problema toda vez que tentam interagir com você. Você sabe que é realmente frustrante!

    Vamos mergulhar em como desenvolver uma estratégia de conteúdo de conversação e construir um relacionamento sólido com os clientes por meio dela.

    4 etapas para uma estratégia de conteúdo ‘conversacional’

    Lembre-se de que o conteúdo de conversação não se sobrepõe ao planejamento de conteúdo existente e à estratégia de marketing de entrada. Com precisão, o conteúdo de conversação faz parte do inbound marketing e todos estão no mesmo vagão em direção a um objetivo comum, que é aumentar o engajamento.

    1. Defina os KPIs

    A primeira etapa para implementar uma nova estratégia de conversação é definir indicadores chave de desempenho (KPIs) para medir a eficácia e o desempenho dos esforços de conversação durante um período de tempo. Os KPIs devem ser claros, relevantes e escalonáveis. Da mesma forma, eles precisam ser coordenados com a jornada do cliente e o funil de conversão.

    Aqui estão alguns KPIs a serem considerados para sua estratégia de conteúdo de conversação. Você pode definir os KPIs de acordo com os objetivos de negócios e a estratégia geral.

    1. Visualizações de conteúdo
    2. Backlinks
    3. Menções de influenciadores
    4. Comentários, curtidas, compartilhamentos
    5. Métricas no site, como visualizações de página, taxa de rejeição e tempo no site
    6. Taxas de conversão
    7. Múltiplas interações

    2. Escreva no idioma que os clientes realmente usam

    Ao escrever uma conversa, você não deve soar como um robô, e cada palavra deve convencer os clientes em potencial de que você está se dirigindo a eles pessoalmente, não em um tom geral. Dessa forma, eles se sentem conectados e prontos para iniciar a interação.

    A falta de personalidade é o assassino do noivado e o deixa em vão. Seu professor de inglês do ensino médio não irá penalizá-lo por quebrar algumas regras gramaticais aqui, então quebre algumas regras e escreva em um tom que entretenha, incentive e envolva os leitores.

    Finalmente, tenha em mente que você não abuse tom de conversação em suas interações com clientes potenciais. Tudo em sua moderação é melhor, e usar muita linguagem coloquial pode alienar o público. Nunca sacrifique a marca e o prestígio comercial por uma interação.

    Fazer

    1. Use “Você” e “Eu” em vez de terceira pessoa
    2. Escreva frases curtas
    3. Use contrações
    4. Faça perguntas para se envolver
    5. Um pouco de formalidade é necessária

    Não é

    1. Não use voz passiva
    2. Remova jargões excessivos
    3. Não escreva da mesma maneira que você fala
    4. Não seja rude e rude

    3. Vá além de chatbots e aplicativos de mensagens

    Apesar da conveniência que os bots trouxeram para as interações entre empresas e clientes, eles ainda têm um longo caminho pela frente para substituir os humanos.

    De acordo com uma pesquisa da Blue Fountain Media, 47% dos entrevistados preferem interações humanas à IA. Pela mesma razão, 86% dos consumidores prefere pedir suporte humano se o bot não atender ao seu pedido. As pessoas lá fora não são apenas os consumidores de seu conteúdo, e elas estão procurando uma experiência feita por humanos em suas interações, em vez de apenas conversar com um bot.

    Compartilhe empatia

    Os bots são inteligentes e movidos por IA, mas mesmo os bots mais inteligentes não podem compartilhar empatia. Empatia é a sua arma para se posicionar no coração e na mente dos clientes em potencial e fazer com que eles se sintam seguros e ouvidos. Não o ignore.

    Não se esqueça dos canais offline.

    A conversa não precisa necessariamente acontecer em um ambiente online. Às vezes, o ROI de um canal offline supera o desempenho online. Para uma comunicação mais eficaz, você pode agendar reuniões face a face (respeitando o distanciamento social, é claro) com os consumidores.

    4. Meça e otimize

    Finalmente, é hora de medir seus esforços, ver o que está funcionando, quais são as áreas de melhoria e o que deve ser deixado. Investigue os dados que você coletou dos consumidores e refine as estratégias de acordo com os insights.

    Grandes exemplos de conteúdo de conversação

    1. Duolingo

    Aprender um novo idioma participando de conversas pode acelerar o aprendizado, mas se você se sentir envergonhado, o bot Duolingo está aqui para ser seu parceiro. Este bot simula conversas humanas para os alunos e atualiza constantemente seu núcleo para aprender novas frases.

    “Os alunos dominam o vocabulário e as habilidades de compreensão com o Duolingo, mas inventar coisas para dizer em situações da vida real continua sendo assustador. Os bots oferecem uma resposta sofisticada e eficaz a essa necessidade. ” O CEO e cofundador da Duolingo, Luis von Ahn, disse.

    1. HealthJoy

    HealthJoy é uma startup de saúde que usa um chatbot com tecnologia de IA, chamado Joy, para fornecer aos usuários informações médicas, planos de seguro, recomendações de saúde e muito mais. As empresas podem gerenciar seus custos de saúde com HealthJoy e economizar muito dinheiro graças aos seus programas abrangentes.

    1. Toda a comida

    Whole Foods usa um bot no Facebook Messenger para ajudar os usuários com receitas. Encontrar uma receita nunca foi tão fácil como com o bot Whole Foods. O bot permite até pesquisar uma receita com emoji.

    Empacotando

    Implantar uma estratégia de conversação não é um conceito novo e muitas marcas a estão usando há muito tempo, mas a maneira como você executa a estratégia é o fator chave. Vivemos em uma época em que a personalização está cada vez mais difundida e as interações do consumidor são fortemente afetadas pelos padrões de conversação. Cada marca precisa de uma estratégia de conversação para permanecer no radar dos consumidores.

    Crédito da imagem: judit peter; pexels

    Hamid Ganji

    Hamid é um entusiasta de tecnologia, pesquisador e profissional de marketing de conteúdo com muita paixão por escrever coisas que as pessoas adoram. Ele gosta de ler e escrever sobre tendências de tecnologia, IA e novos gadgets.


    Artigos Recentes

    Far Cry 6 é o mais recente jogo de grande sucesso a ser adiado

    Não foi uma boa semana para os fãs de videogames de mundo aberto. Primeiro, o Cyberpunk 2077 foi adiado mais uma vez...

    O PowerTransformer usa IA para reescrever o texto para corrigir preconceitos de gênero em representações de personagens

    Os preconceitos inconscientes são generalizados no texto e na mídia. Por exemplo, as personagens femininas nas histórias são freqüentemente retratadas como passivas...

    Segurança do bairro: etapas para alcançar a segurança da comunidade

    As comunidades locais e departamentos de polícia estão adotando cada vez mais tecnologias que ajudam a melhorar a segurança do bairro de novas...

    Como usar IA para criar uma estratégia de marketing digital baseada em dados para sua startup

    Quando você está desenvolvendo sua startup, há inúmeras coisas a considerar - desde o design do produto até a contratação de sua equipe....

    Artigos Relacionados

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui